terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Millôr Fernandes está internado no Rio


Será sempre chato dar esse tipo de notícia, principalmente quando ela diz respeito a um escritor do qual gosto imensamente. O fato é que um AVC foi o motivo da internação de Millôr Fernandes, aos 86 anos, na última terça-feira (01/02). Ele está internado no CTI do Hospital São Vicente, no Rio de Janeiro e respira por aparelhos. O escritor também teve complicações renais e está fazendo diálise.
A presença de Millôr Fernandes no meu imaginário está muito ligada às suas traduções que fez de Shakespeare e ao haikai. A ele se deve muito do desenvolvimento dessa forma poética no Brasil, sempre a partir das suas tiradas humorísticas nas revistas O Cruzeiro, primeiramente, e depois na Veja. Millôr deu um ar descontraído ao haikai, o aproximando do poema-piada, eliminando a métrica, título e referências às estações do ano, contribuindo para o aparecimento de jovens poetas. Esse formato é também conhecido por Senryu por tratar de questões unicamente humanas, em tom irônico ou satírico. 
Em seu livro Hai kais[1], em breve introdução à obra, Millôr afirma ver o haikai como uma forma fundamentalmente popular e, inúmeras vezes, humorística. E assim compôs e publicou os seus sempre acompanhados por ilustração que acentua o sentido cômico dos seus versos.
            Alguns haikais de Millôr Fernandes:

Viva o Brasil
Onde o ano inteiro
É primeiro de abril

***

O velho pinho
Não dá mais pinha;
Só passarinho

***

Velho de dar dó.
Se for espanado
Volta ao pó.

***

Escritores:
Pensador é o que cita
Pensadores!

***

Esquece os preitos.
No banheiro só existem
Teus defeitos


[1] Editora Senzala, 1968

Um comentário:

R.B.Côvo disse...

Millôr Fernandes é e será sempre um grande escritor. Espero que recupere e que ainda nos deleite com uma ou mais obras. Um abraço.