sábado, 5 de junho de 2010

SILÊNCIO DA TARDE

novo livro da haikaísta Benedita Azevedo

Para quem não sabe, Benedita Azevedo é uma das mais talentosas e atuantes haikaístas brasileiras. Seus haikais seguem o cânone tradicional e como só assim poderiam ser, são frutos da vivência da autora.
Como afirma Douglas Eden Brotto: “É nesse gênero poético que Benedita, dedicada professora, mostra realmente ser mestra: modestamente, revive sua antiga experiência de aluna-aprendiz, maravilhando-se com a intensa carga emotiva contida nas duas singelas frases que compõem o haikai. Aceitando naturalmente a brevidade, logo descobre a importância da concisão naquele texto exíguo: com um mínimo de palavras, expressar verbalmente apenas um esboço da cena, sem ornamentos, desprovido de adjetivos (...).

Alguns haicais inseridos na obra:

Ao romper da aurora
o sabiá dobra seu canto –
Só isso me basta.

-

Chega o Ano Novo –
Acenam do portão
os filhos e os netos.

-

Os trilhos do trem
vazios sob a neblina...
Só resta a lembrança.

-

Dia de Santo Antônio –
Será que há tantos solteiros
quanto velas acesas?

-

Silêncio da tarde -
Somente acordes de um piano
na reunião de maio.

Site da autora:
http://www.beneditaazevedo.com/

3 comentários:

A Equipe disse...

Meu Blog Tem Conteúdo

Seleção dos Melhores Blogs Culturais do Brasil!
http://meublogtemconteudo.blogspot.com/

Parabéns pelo seu Blog!!!

Você está fazendo parte da maior e melhor
Seleção dos Melhores Blogs Culturais do Brasil!!!!
-Só Blogs Premiados -
Selecionado pela nossa equipe, você está agora entre
os melhores e mais prestigiados Blogs Culturais do Brasil!

O seu link encontra-se Aqui:

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/


Pegue nosso selo em:
http://meublogtemconteudo.blogspot.com/


Um forte abraço,
Da Equipe do Meu Blog Tem Conteúdo

http://meublogtemconteudo.blogspot.com/

Benedita Azevedo disse...

Oi Gustavo,

Obrigada pelo comentário e a postagem do meu livro " Silêncio da Tarde:haicai" no "Sopa de Letras". Enviarei um exemplar para seu acervo.

Um abraço
Benedita Azevedo

Gustavo Felicíssimo disse...

Que bom que gostou. Ficarei imensamente grato pelo livro.