terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Centenário de Lezama Lima


Belíssimo texto de Carlos Granés para o caderno Sabático, do Estadão, sobre Paradiso, obra magma do poeta cubano Lezama Lima, cujo centenário correu neste domingo. Nessa obra de estética barroca o autor cria um mundo onde o que importa são apenas as imagens poéticas.

Para Granés, o esforço titânico de Lezama Lima resultou num dos romances mais pessoais e audaciosos da literatura hispano-americana, onde o centro do mundo é Cuba e toda a história e a cultura universal se convertem num ornamento para transformar a existência em poesia


Um comentário:

Hilton Valeriano disse...

Um feliz Natal pra você, sua esposa e sua filhinha!